As maravilhas do mar


 
Encontrados de diversas maneiras na culinária, os frutos do mar são geralmente utilizados em pratos requintados e elaborados, além de estarem presentes em pratos da culinária nordestina e oriental. Se você é um dos apreciadores do delicioso sabor dos frutos do mar, confira a matéria a seguir.
 
Classificação
 
Os frutos do mar estão divididos em duas classes principais: moluscos e crustáceos. Os moluscos apresentam conchas (valvas) ou não. Podem ter uma ou duas conchas, são eles: ostras, mexilhões, vieiras, mariscos, vôngoles, polvos e lulas. Os crustáceos possuem uma carapaça dura, são eles: lagostas, lagostins, siris, caranguejos e camarões.
 
Propriedades nutricionais
 
São excelentes fontes de ômega 3, que são gorduras que trazem benefícios à saúde, como diminuição do risco de doenças cardiovasculares, normalização dos níveis de colesterol e triglicérides na corrente sanguínea, além de atuarem no sistema imunológico.
 
Os frutos do mar são ricos ainda em proteínas, vitaminas e sais minerais. Entre eles, podemos citar a vitamina A, as vitaminas do complexo B, vitamina D e E e os minerais como cálcio, iodo, potássio e zinco.
 
Por outro lado, são fontes de colesterol e sódio e por isso devem ser consumidos com moderação. Os frutos do mar possuem um potencial alergênico e são muito suscetíveis a deterioração e contaminação.
 
Saiba um pouco mais sobre alguns frutos do mar
 
Ostra: Tem o corpo mole, protegido por uma concha dura, grossa, cinza escura. Possui sabor suave, levemente salgado. A cor da carne pode variar do bege ao cinza e a textura pode ser macia ou firme. Pode ser consumida crua, com suco de limão e pimenta, cozida, ensopada, como moqueca, frita ou grelhada. A ostra é uma boa fonte do mineral zinco.
 
Mexilhão: Sua concha é de cor negra azulada. Pode ser servido cru, ao vinagrete ou utilizado como ingrediente de algumas preparações como paella e caldeirada.
 
Polvo: Tem cerca de meio metro, com oito longos tentáculos. Sua carne é saborosa, porém elástica. Em função disso, o cozimento deve ser lento. O polvo também é utilizado no preparo de diversos pratos.
 
Lula: Está presente em vários pratos, como em moquecas, risotos, lula à dorê, paella, ou somente ao vinagrete. Sua carne é de textura firme.
 
Lagosta: Considerada como um dos melhores frutos do mar, quando crua tem cor esverdeado-escuro e depois de cozida torna-se vermelho brilhante. Tem cinco pares de patas e pode chegar a pesar 1,5kg. A lagosta é excelente fonte de vitamina B12 e ácido fólico.
 
Caranguejo: Vive em mangues, tem o corpo protegido por uma carapaça e cinco pares de patas. Pode ser encontrado inteiro, fresco ou já limpo e fora da casca. Como a lagosta e o camarão, o caranguejo possui um pigmento esverdeado chamado astaxantina, que ao sofrer aquecimento, fica vermelho (astaceno).
 
Camarão: Pequeno crustáceo, muito saboreado em diversos pratos. Existem inúmeras variedades de camarão: branco, cinza, rosa, sete barbas, pistola, entre outros. Pode ser encontrado fresco ou congelado.
 
Na hora da compra, fique atento para a carne que deve ser firme.

Fonte: 
http://maisequilibrio.com.br/